segunda-feira, setembro 28, 2015

Tau








dentro de mim há uma completude de orvalho
e há também uma completude de lapsos
eu procuro em vão, lá fora, o caminho da poesia
procuro lá fora a música, o contorno calcado
de um traço de um semblante

procuro em vão o fogo fátuo de um acontecimento
a lembrança de um cheiro que me remete
a tempos e circunstâncias
em vão, lá fora procuro um sorriso meu,
em cada espelho, cada poça d'água em
cada abismo

lá fora procuro-me
e dentro de mim há uma completude de orvalho
e dentro de mim há também uma completude
de lapsos