domingo, setembro 04, 2011

a propósito










a propósito, cerre os dentes e olhe pra frente

vá a seu roupeiro e tire de lá o vestido amarelo
aquele que lhe custou horrores
o de detalhes vermelhos, lhe deixa viva
na penteadeira tem rouge, tem sombra, tem rímel,
o batom pode ser um que lhe marque
se aprume, melhor por a ombreira, espere...
pensando bem o vestido preto decotado lhe deixa
mais mulher, isto,
o sapatinho italiano, que lhe foi caro, lhe mandou
para o essepecê, eu sei
dá calo, dói, mas é o preço gata,
queixo pra cima, assim, engole o choro
intercepte a lágrima, acorde de vez
só mais um pouco e estará linda, não
se esqueça das pílulas, o rivotril, o assert,
aquele para você não dormir, ou outro para
dormir, o final de semana será barra
assim que lhe gosto, assim que lhe quero
ah, pegue o riso mais alegre, aquele, que tinha
quando era menina, o riso quase do gato de Alice
o riso que ganhou tudo
está no armário, debaixo do pranto,
debaixo do medo, debaixo da angústia
pegue-o e vamos...

Nenhum comentário: