sábado, março 20, 2010

mudança provável

Não será de se estranhar se esse meu blog adotar, com o andar deste ano, uma pequena mudança de conteúdos. Ao aproximar do fervo eleitoral ferve também o sangue e os olhos mostram um vermelho de luta, de guerra. Sinto no ar um cheiro imundo que emana dos meios de comunicação de massa, meios que se tornaram aparelhadores da direita brasileira, meios que se auto-elegeram megafones da civilidade, da moral, da ética e da honra (perdida) de nossos senhores barões, portadores dos bens nacionais e das almas que fazem suas riquesas multiplicarem.
O conteúdo poético, se é que existiu, seguirá encabeçando esse lugar dos escritos, a literatura é o mais importante, no final de tudo, ou afinal de contas, e vai continuar a ser, mas preciso me reativar politicamente e fazer renascer um espírito que existiu na mais pura juventude, o espírito romântico e ingênuo. Que, porém, delineou caminho correto e bonito.
Com isso, tendo a deixar correr aqui também textos de camaradas colegas (virtualmente), o exemplo aí de baixo confirma, de modo a ajudar no esparramamento dos antídotos contra este mal que está sempre a nos perturbar: o mal da imprensa marron.
Aqui vamos defender Eduardo Guimarães, Maria Frô, Azenha, Paulo Herique Amorim, Miguel do Rosário, Emir Sader, entre outros e muitos outros. Vamos ignorar solenemente os que usam a lama para se sustentar, que usam a calúnia e o ódio. Ignoraremos aqueles que não se sustentam a quatro olhos e que se escondem por detrás do teclado e do PC, que aceitam tudo por serem passivos instrumentos de qualquer labuta.
Dessa vez a guerra será melhor, estaremos do lado do povo (como sempre) mas agora no mais amplo sentido da palavra, e a luta será contra uma minoria ínfima detentora de um poder estrondoso. Mas o nosso poder há de se sobrepor, pois, estando com a razão e ativos nos anceios e afãs populares, nenhum órgão midiático ou partido político chulos poderão se contrapor ao novo e imbatível exército que se forma atrás da rede de camaradas que se sustentam e se correspondem, tornando-se cada vez mais conectados e abastecidos dos necessários anti-corpos contra as infâmias e o poder podre que está emanando de São Paulo.

Nenhum comentário: