domingo, fevereiro 01, 2009

cadáver, revólver

cadáver, revólver

- as palavras que me fascinam, não pela força, mas pela beleza da forma falsa
da percepção ao interesse à fascinação ao ato de produzir o cadáver forma,
ou seja, abstrato na beleza, um produto concreto através de um objeto cuja forma
poética é semelhante à forma do produto, hein!
o como chegar à produção, mais, à percepção dessa forma.
qual o motivo do interesse nesta forma (exógena)
transfer- passagem por um tempo disforme
o eu falante interiorizante e ensimesmado
o humor (interrogação)
leva uma palavra forma à loucura, à psicopatia (interrogação)


o itálico corresponde à poiesis, então!