quinta-feira, novembro 16, 2006

regalados

histórias de meu psiquiatra preferido




sucede-se que o General Abreu e Lima vai ser homenageado com o nome de uma refinaria no Nordeste.
Abreu e Lima foi um combatente ao lado de Simon Bolívar, um general brasileiro numa revolução sul-americana, e uma daquelas.

- não começa! o cara vai homenagear vocês (disse o interlocutor)
- patacoada, patacoada, patacoada (disparou a metralhadora do Dotô)
- puxa, isso é uma honra e você fica assim (continua o interlocutor)
- patacoada, o Abreu e Lima foi o maior e o primeiro socialista brasileiro, patacoada e tal.
- então! o homem vai fazer justiça a ele, mesmo que agor...
- patacoada, não precisa de homenagem porra nenhuma, patacoada
- deixa pra lá (desiste o interlocutor)

será o Dotô também um regalado?

Nenhum comentário: