sábado, dezembro 24, 2005

algo lá

escrito de tempos de madurecência




lá fora os passarinhos estridem
o bem-te-vi que não me viu, ouviu?
de cima do muro bem-te-voou
e a jabuticaba preta, doce, do meu pezinho de
jabuticaba esquerdo.
A do direito azedou
Jabuticaba ou jaboticaba?
É renitente o sol, me espanca
com seu calor
me amolece.
Esse país vai se vivendo muito.

5 comentários:

A metanóica disse...

Caramba, pelo visto você andou tão sumido quanto eu. Belo post, espero que signifique uma retomada.
Beijos

Confligerante disse...

É que minha casa está ficando pronta e andei meio emocionalmente abalado.
abraço
Ps. meus livros estão entrando na minha casa

glaura disse...

joao, o seu e-mail sempre volta. será que tenho o certo?

A metanóica disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
A metanóica disse...

Pena não restarem forças para falar sobre amores contrariados. Talvez seja porque os livros pesam muito.
Beijos