segunda-feira, julho 25, 2005

Outra pequena conversa, com Glaura 03.2003

Ah!!!!!!!!! me escapou, o fio, a meada. A meada está ainda a martelar o fio nem sei, acho? Tutaméia me prova da ignorância da minha idade e da Naivität do meu olhar. É difícil, gente!!! Mas espera, que já fecho as mãos de novo, fecho os olhos e me dê um tempo, uns dias umas músicas que são o tempo que passa no meio da cerveja. A primavera já vem, e com elas, as tulipas. Tulipas! Esses olhos... de gatos, O Miriligus talvez me conta, mas só talvez, é que o jardim, mas ainda eis que é inverno, frio, e nas campinas, tem que ser verde. Preciso de seu tempo e de fechar os olhos por outras vezes.
Mas acho que te contarei talvez o oposto. Ao Miriligus não lhe dê nome, é melhor. Os nomes encolhem, prendem, tolhem, é assim que se escreve isso?
Será que hei de captar esse movimento? Mas tive a impressão que sim, mas provavelmente não poderei te ajudar apesar de estar na quina e ter sentido o sentido esbarrar no ar que roçava minhas orelhas, ou era o cheiro, no nariz? Dê-me o tempo para isso, pra eu brincar com isso, se não te mando o que é e vai o que não é.

Nenhum comentário: